Perseguição e censura na UFRN

É inadmissível que dentro do ambiente universitário não possamos promover a diversidade de ideias e pensamentos, sejam eles alinhados com o que é hegemônico ou não dentro da universidade.

O INSTITUTO FILIPE CAMARÃO, que nasceu para reconstruir a cultura brasileira e restaurar a Tradição Cristã, e para isso atua por meio de palestras, cursos, aulas, assessoria e eventos em geral, repudia veementemente a conduta antidemocrática, autoritária, anti-dialogal de alguns setores da Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN) que estão tentando cercear o livre trânsito de ideias e pensamentos simplesmente por esses estarem na contramão do que eles julgam ser o supremo dogma universitário.

Repudiamos a tentativa desses setores que estão ameaçando causar danos, prejuízos e cercear a realização do I Ciclo de Estudos sobre Corpo Humano, Filosofia e Sociedade: reflexões sobre aborto, drogas e gênero, evento coordenado pelo INSTITUTO FILIPE CAMARÃO, em parceria com a UFRN, que já realizou duas conferências e encaminha-se para a terceira e quarta conferências no Anfiteatro das Aves, Centro de Biociências – UFRN.

Repudiamos a coerção que esses setores promoveram contra a divulgação do evento por vias institucionais.

Repudiamos as ameaças de violência física que estamos recebendo e quaisquer tentativas de impedir o direito de livre locomoção dos diretores do INSTITUTO FILIPE CAMARÃO, dos palestrantes, alunos(as), convidados e quaisquer outras pessoas que queiram participar de quaisquer eventos realizados pelo INSTITUTO em acordo com o artigo 5, inciso XV, da Constituição Federal (CF).

Repudiamos as ameaças de protesto com finalidade de atrapalhar o andamento das palestras e, consequentemente, as aulas que são realizadas próximas ao anfiteatro.

Repudiamos a atitude autoritária  desses setores, onde apenas se viu na Alemanha nazista.

Todos os eventos que o INSTITUTO FILIPE CAMARÃO já realizou e realizará na UFRN são com a finalidade de promover o debate e o diálogo em torno de ideias, apenas isso. O referido Instituto nunca incentivou ou promoveu a violência, seja essa a violência simbólica ou de outra natureza. O debate de ideias pressupõe ouvir, debater e questionar temas, questões e até mesmo polêmicas que fogem ao padrão do aceito oficialmente em ambientes socioculturais. Sente sentido, o INSTITUTO FILIPE CAMARÃO enquadra-se no centro das aspirações do debate de ideias, representado pela Ágora grega, e no autêntico espírito da universidade.

O INSTITUTO FILIPE CAMARÃO ciente da sua missão continuará promovendo o trânsito de ideias e pensamentos de acordo com o artigo 5, inciso IX, da Constituição Federal de 1988 e reafirma seu posicionamento pela liberdade de pensamento, de expressão e do pluralismo de ideias de acordo com o artigo 206, inciso III da CF.

Para mais informações sobre os eventos do INSTITUTO FILIPE CAMARÃO, consultar:

 

Natal, 24 de outubro de 2017

 

Jaufran R. Siqueira Junior

Presidente do Instituto Filipe Camarão

 

Jaufran Siqueira

Fundador-Presidente do Instituto Filipe Camarão; Sócio-proprietário e CEO da Brasil Property. Formado em Makerting e graduando em Direito pela Universidade Potiguar

Ver todas as publicações

Comentar

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *