A importância do ensino religioso

Atualmente existe uma modalidade de ensino que passa por uma onda de polêmicas e até mesmo de protestos. Trata-se do ensino religioso. De um lado, pesquisas apontam que a maioria da população aprova e até mesmo estimula o ensino religioso. Do outro lado, existem grupos que, por motivos diversos, criticam essa modalidade de ensino. Entre essas críticas afirma-se, por exemplo, que o Estado brasileiro é laico e que, por isso, não pode haver qualquer tipo de ensino religioso, que a escola não é lugar de religião e de doutrinação de qualquer natureza.

Sem dúvida a escola não é lugar para haver a doutrinação religiosa, de partidos políticos ou de outra natureza. A escola é o lugar do plural, da convivência e de aprender valores éticos e fraternos.

Não se pode conceber que a escola fique ensinando a doutrina de alguma religião. Isso fere o princípio da liberdade de consciência e da liberdade religiosa. Para o ensinamento da doutrina religiosa existem os espaços apropriados criados e mantidos pelas diversas religiões existentes na sociedade.

No entanto, é possível se pensar em um espaço, dentro da escola, onde o ensino religioso esteja presente. A escola deve apresentar aos educandos um ensino religioso plural, onde o fenômeno religioso perpassa grande parte da história e da cultura humana. Em grande medida, isso se deve pelo fato da religião ser um dos motores do desenvolvimento, dentre outros fatores, da arte, da pintura e da literatura.

E qual é a importância do ensino religioso?

Essa é uma pergunta complexa. Existem muitas formas de se responder essa pergunta. No entanto, para discutir a questão colocam-se dois problemas centrais.  

O primeiro problema e que grande parte do ensino contemporâneo é um ensino técnico que ajuda ao educando a compreende e experimentar questões técnicas da vida moderna. Esse fenômeno presenta-se, por exemplo, em disciplinas como física e química. Levando em conta que a sociedade moderna é marcada pela razão instrumental e técnica, esse tipo de ensino é útil para posicionar o educando entro desse modelo social. No entanto, é um modelo de ensino que quase não leva em conta os problemas, conflitos e dilemas da vida humana. Aquilo que é genuinamente humano fica quase que de fora desse modelo de ensino.

O segundo problema é o que contemporaneamente chama-se de onda de crises. Os teóricos (sociólogos, historiadores, filósofos, etc) falam que o mundo contemporâneo é marcado por um constante estado de crise. Nesse sentido é que se fala, por exemplo, em crise da cidadania, crise dos direitos humanos, crise da ética, crise da educação, crise da universidade e outros.

É dentro do contexto desses dois grandes problemas que se deve pensar a importância do ensino religioso. É claro que a solução dessas crises, conflitos e problemas estão além dos limites de uma disciplina acadêmica que é ensinada nas escolas.

Apesar dessa limitação o ensino religioso tem a importância de ser um espaço para se repensar o lugar da educação, a verdadeira vocação do homem no mundo e na sociedade. Se atualmente se fala, por exemplo, me crise da cidadania e crise dos direitos humanos, é porque, em algum ponto da história moderna, o homem perdeu a noção do valor da vida e da sua responsabilidade com a sociedade, consigo mesmo e com a natureza. Nesse contexto, o ensino religioso deve ser um espaço de reflexão e, ao mesmo tempo, de resgate da dignidade da pessoa humana. Historicamente a religião é um espaço de questionamento social, de luta pela liberdade e para a implantação de uma sociedade mais justa. É essa luta que o ensino religioso precisa resgatar, pois, num mundo marcado pela técnica e pela alienação, é preciso que o fenômeno religioso alerte ao homem que o próprio homem tem limites e que precisa se respeitar e conviver de forma mais fraterna.

Prof. Ivanaldo Santos

Co-fundador e vice-presidente do Instituto Filipe Camarão. Filósofo, pós-doutorado em estudos da linguagem pela USP, doutor em estudos da linguagem pela UFRN, professor do Departamento de Filosofia e do Programa de Pós-Graduação em Letras da UERN. E-mail: ivanaldosantos@yahoo.com.br.

Ver todas as publicações

Comentar

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *